quinta-feira, 8 de janeiro de 2009




































































































































































































































































































































































































































video
video
video
video

289 comentários:

1 – 200 de 289   Mais recente›   Mais recente»
Vieira Calado disse...

Cumprimentos meus.

Boa noite.

isabel mendes ferreira disse...

prazer em re.ver. já que a montanha não se desloca....:)


beijos.

Bandida disse...

gosto dessas mãos a embrulhar palavras escritas no papel de um tempo de insónia.

gosto do canto e da pele e dos óculos a enroscarem a palavra.


gosto mesmo.

um beijo grande

in_side disse...

muito-ouvi


( ? ou-vi muito :)

~pi disse...

belo exercício obsessivo

( de cortar palavra s

e

dedo s




beijo





~

alice disse...

boa noite, tio césar. é favor um cházinho e bolos. antes de eu ira prá caminha... beijinhos :)

isabel mendes ferreira disse...

:)))))))))).


sem mais palavras.

ana salomé disse...

ouvir ao vivo, reouvir, dobrando os dedos do poema nas vossas mãos. é assim que os poetas são dactilógrafos da imagem e picam o ponto da madrugada quando ela chora.

lindos. :D*

(a segunda imagem é portentosa: as mãos a dobrarem uma folha com mãos. :O )

mdsol disse...

Ulhaaaaaaaa
O que tenho andado a perder. Bem voltado!
:)))

is disse...

gostei muito de ver o processo, pelos teus dedos :)

beijinhos aí 'pra casa

casa de passe disse...

Bom Carnaval !


(Loulou)

um Ar de disse...

Lembro-me de brincar com os meus dedos, antes de adormecer, por entre as sombras das noites em que fui criança.
Enredos e tramas que deslizavam para o sono e os sonhos.
Narcisismos sem culpa...
[Beijo- - -]

Isabel disse...

pois é....


quase....


Beijo....:))))

____________e bom trabalho.



imf

triliti star disse...

sou um grande "art olas", era aqui e não lá o coment. do outro dia (não que seja importante).
aqui vai:
pesar o dedo. pesar o dedo que apontou. pesar o dedo que feriu. e que matou. pesar o dedo que apontou, mentindo. pesar o dedo.

julgar e condenar. com pesar.



julgar o dedo e perdoar.




abraço grande

Arabica disse...

Fez muito bem, ela (lua) não gosta de ficar fechada num post.


Bom dia.

Arabica disse...

Perfeito esse vôo. Mergulho?

ângela marques disse...

até que enfim, abriu a caixinha dos comments, seu vadio:)))))

beijo

ângela marques disse...

até que enfim, abriu a caixinha dos comments, seu vadio:)))))

beijo

anatema disse...

dedos:

que tocan
que sienten
que acarician
que pulsan
que se retuercen
que guían
que señalan
que limpian
que manchan
que interrumpen
que aplauden
que saludan
que se despiden.

dedos.

me despido. boa noite.

ângela marques disse...

eu tinha percebido que não eras o Alberto Pimenta ihihihih....

beijo

isabel disse...

era onde pah??

:)

beijo enorrrrrmeee

ps: tens aí um sósia

Bandida disse...

eu espero. ansiosamente.


beijossssssss

vera. disse...

obrigada pela visita no modos-de-desintegração
fazia lá falta
uma verdadeira presença

gosto destas mãos que se entrelaçam em-si.mesmadas

Menina_marota disse...

"... se as mulheres choravam..."
(da leitura do vídeo)


E agora diga.me lá porque é que um homem não pode estar numa tertúlia de mulheres? ;)

Beijinho e boa semana ;))


(ah...hoje gosto das palavras da modereção de comentátios... eheh
subjudic)

intruso disse...

Um encontro/apresentação a que gostava de ter assistido...

ansioso por ver a 2ª!


:)


grande abraço

in_side disse...

embora não estando

de algum modo terei estado,

( e

espero v e r breve

mente :)



abraço.beijo




*

Conceição Duarte disse...

Quanto as fotos de seu post e máquina de escrever, etc... Ai que aflição, mas muito interessante!
Bjs, CON

mdsol disse...

Boa noite!

[e continuo a perder-me por aqui]

tolilo disse...

Uncle observatory... black and white


(I love pink... )

kisses

Frioleiras disse...

Tenho um Amigo (mt, mt mt................. enfim..)

que é parecido contigo !!!!

... coincidências ...

Abç

Frioleiras disse...

o teu sosia (?...) está na 1a. fotog. do meu b. de fotog. ....
(ligeiramente + novo mas... quase gémeo, n achas?)............. (adoro.o...)

ivone disse...

é. o pior é quando querem também a vida.

rosa disse...

e se eu me fumasse?

(digo disparates porque nao percebo bem o contexto, digo o que observo, em avulso.)

gosto muito de mãos, que gostam de palavras.

A. disse...

...é bonito.




o C. é bonito :)


beijos
**

Frioleiras disse...

e... obsevatory,
observando .......

o teu comentário (no meu canto),

parafraseando-te...



"muito bonito

:)

falta tanto neste pais de gente pirosa e sem graça"

Constança Gomes Antunes disse...

Mutualidades.



Cumplicidades pela noite a rasgar mãos em papel e palavras em dobras.

Bandida disse...

o C. é bonito é. e charmoso. e gosta de fumar cachimbo. e tem uns cachimbos lindos.

e em Junho 'bora lá ao gato.

isabel mendes ferreira disse...

a.m.e.i.!!!!!



sangue. rubro. marca de raça.

triliti star disse...

c,

a. pimenta há muito tempo que leio. (a minha querida & etc).
agora quero conhecer a parceria. vou à assírio e alvim tentar ver se consigo. ou noutro lado...

abraço

Arabica disse...

Não há poesia sem sangue.


Bom dia, Mãos.

Vanessa disse...

:)

foi muito bom ouvir(-vos).

beijinho*

[A] disse...

voltava a ouvir tudo de novo...
o Alberto Pimenta tem uma ironia de génio, como de génio foi o teu "tomemos chá" ;)

aqui , passámos uma tarde, os 3 sentados à mesa entre anjos e porcos.
o A. foi quem primeiro descobriu que o oculto se encontrava no verso, mas sempre muito intrigado com esta forma de ser "livro".

dos 3 para os 3, abraços e cumprimentos.

~pi disse...

( do sangue que somos todos

- até as

>>>>>>>>>>>>>>>>>> bzzzzzzzzzzzxx

) mos-cas :)



~

Bandida disse...

já recebi e é absolutamente magnífico. tanto trabalho.
agora percebo melhor quando falaste das insónias.


beijo enorme e muito obrigada pelas palavras azuis.

adorei!

um Ar de disse...

Vermelho?
... porque sangra...
.
Também espero
que sangre,
sem dor...
.
[Beijo...@]

Anne disse...

Um belo blog :)

rosa disse...

era um tesouro o livro da branca de neve que a minha mãe me lia. foi pintado por ela.

rosa disse...

It was the middle of winter, and the snow-flakes were falling like feathers from the sky, and a queen sat at her window working, and her embroidery-frame was of ebony. And as she worked, gazing at times out on the snow, she pricked her finger, and there fell from it three drops of blood on the snow. And when she saw how bright and red it looked, she said to herself, "Oh that I had a child as white as snow, as red as blood, and as black as the wood of the embroidery frame!"

Constança Gomes Antunes disse...

O que se guarda na caixa (do peito)dos tesouros é sempre um pacto de sangue.

tolilo disse...

Ai que bom, tio Observatory!

um dedinho cor de rosa!

gosto tanto

Chuac!_

mimi disse...

Poesia visual...
Gosto sempre.

APC disse...

Excel sequence!...
And movements. And touch.

And blod! ;-)

rosa disse...

sempre impressões.

papel, silencio.
silencio imposto?
deslumbramento? cansaço?

impressionismo de imagens.

observadas.

isabel mendes ferreira disse...

o livro.envelope está um estoiro!


Parabéns aos Artistas!




adorei ver.


beijo C.

maresia disse...

Estão fabulosos, tanto este como o do lado http://fiolimpo2.blogspot.com/

~pi disse...

o que dói o que

não dói

o que

nunca

( sempre-nunca

esfole

cosa-esfume

letra a letra

grão a grão se

acole

hesite

ap

rume,





~

um Ar de disse...

Mãos que tocam em lábios
de papel...
.
[Beijo...@]

Pedro S. Martins disse...

a primeira edição de uma vida que é objecto de talento e amor.

tolilo disse...

Tio Ob.
Não pões mais um niquinho de pink por aqui ?


Chuac!_

m.i.m. disse...

c. gosto tanto disto. desculpa nada ter dito antes, fase de muito trabalho.

mil beijinhos

casa de passe disse...

Isso é que é trabalhar !
É para saber como custa!
O que nós já demos com o corpo ao manifesto! Nem queira saber!

Agora, desde o passamento do nosso chefe andamos mais folgaditas e até temos vindo apreciar as suas façanhas!

Muito interessantes, sim senhor ! Até eu, uma quase analfabeta. acho surpreendente e um trabalho e peras!

Uma grande beijoka, seu César!

LOULOU

Constança Gomes Antunes disse...

Bocas que engolem dedos.

Os dos vincos das tintas nas palavras, nos traços que unem segredos, nas noites que se fazem estrada nos olhos vendados.


Sabes o caminho de cor?

shhhhhhh... é segredo.

intruso disse...

Uma gota vermelha de coragem.


abreijos.......................

Frioleiras disse...

Parou aqui.... ?

Não tenho visto novos "dedos"...

um Ar de disse...

Afinal, o último post era metáfora visual?
.
Com um gesto
tapas os lábios
calas a boca.
.
Apertar os lábios
cerrar os dentes
morder a língua
e calar...
.
Silêncio, enfim!
.
[Beijo sem som...@]

audrey disse...

não, Um Ar De.........
está a molhar os dedos para "folhear" outras páginas.......... (?)

Toutinegra Futurista disse...

Espantoso!!!!!

Pormenores marina disse...

Pormenores muito interessantes de gente bonita e sofisticada!
Que delícia! Há muita gente assim neste país.

:)

Ana Paula disse...

Pois é um prazer reencontrar o Observatório :)

Gostei imenso de apreciar todas as novidades! Magníficas!

Frioleiras disse...

Uma fotog. nova !

E com grande espaço branco... imaculado..

mdsol disse...

:)))

Bandida disse...

cada vez mais.


beijos

intruso disse...

what a pretty dark book...


abreijos

tolilo disse...

E um niquinho de cor de rosa para o Tolilo, não fazes?


Chuac!_

rosa disse...

linda, a foto. bonita.
o amor é sempre bonito, ou não é?

soniaq disse...

Divino.Obrigado. Estava a precisar.
Xi e xoxo.

triliti star disse...

sem nada a ver:

quando aqui venho lembro-me sempre dos meus tempos de tropa no RI6 no Monte dos Burgos e do restaurante que havia na estrada e onde jantava, chamado O Cantinho não me lembro de quê.

foi no século passado...

abraço grande

itinerário suplementar disse...

...ôahaô...

isto está a aquecer! estou a ver que tenho de vir cá observar mais vezes! :)

beijos aos dois! ...quer dizer... depois, mais tarde, quando estiverem numa de chazinho!

:)

isabel disse...

vale a pena as noites perdidas. esses beijos. essas teclas. como o papel vegetal. lembras.te? lembras.te ernestina? :)

e a rosa é assim. murcha.

beijo

Constança Gomes Antunes disse...

intimas suculências

(cheias de cor)

audrey disse...

à la Yoko Ono / John Lennon ...:):)

tolilo disse...

O Tio Ob. é gordinho ! :)

Bandida disse...

vocês são lindíssimos!!


:)

adorei!


e beijos

rosa disse...

murcha?!?!?!?!?!!

mdsol disse...

:)))))))))))

um Ar de disse...

Conta-se a história de modo diferente:
.
"... e o beijo da bela princesa salvou o príncipe adormecido de um sono de 100 anos..."
.
São outros, os tempos, os encantamentos, os sonos e os príncipes e as princesas.
.
[Beijo...:)]

BÓLICE disse...

Alberto Pimenta... g'anda maluco...lol

... e porque CONTRA É preciso, pÁ!

1 ABRÇ (de quem lhe "montou" o Poemografias 85/86, cuja produção executiva lhe fora delegada... acho eu!)

hasta...

B)'

intruso disse...

(abençoados mistérios...)


:)


abreijos!

Arabica disse...

de beijo de lusco fusco e a lua nos olhos.


:)

mdsol disse...

:)))))))))))))))))))))

mdsol disse...

eheheh

1º) Venho aqui quase todos os dias

2º) Gosto de aqui vir (não sou masoquista rsrsrs) mas, realmente, falta-me o "verbo"!

3º) Dizem-me que tenho um sorriso lindoooooooooooooo! rsrsrrs

:))))))

Ana Paula disse...

Um sorriso para o "amor" que é sempre um "mistério" :))

tempusinfinitae disse...

luzes que se apagam no mundo


outras que se alumiam entre 4 paredes, dois peitos, um coração.

~pi disse...

tenho dois bébés ! :)




~

audrey disse...

Frohlich Ostern!

itinerário suplementar disse...

as imagens nocturnas são sempre assim: misteriosas! está tudo lá, mas nem tudo se revela.
:)

(see you saturday)

anatema disse...

más que el pinchazo

duele pinchar la vida.

la propia.

Tchi disse...

Passo para desejar Feliz Páscoa.

Ana Paula disse...

Páscoa Feliz, C.!

Um beijinho amigo :)

in_side disse...

espaço

aberto

negro vazio

( ? a luz da

mulher:

beijo,

primavera - d i g o

(quase-líquida-lua





*

ângela marques disse...

ó home, tu queres saber que eu ainda tou com a garganta toda fodida, já tive febre e daí que leio os teus comwetários e fico a modos que baralhada...

mas não me esqueci da inauguração do dia 11 ihihihih... pudera!;)

BOA SORTE.

beijlo

Zilto disse...

SoMbRaS

dO

qUe

PaRdA(mEnTe)Se DeSeJa

tempusinfinitae disse...

Serão memórias?


Abraço

Aleph disse...

Tu eres mui tántrico, verdad?
Contatanme cariño...

Constança Gomes Antunes disse...

ressureições em cada imagem.

*

mdsol disse...

Mais :))))))))))))))))))

rsrrssr

Jeunne Fille en Fleur disse...

vou-lhe adicionar, Posso?...

Ay, que humedad...

um Ar de disse...

de pequenas frestas de luz
até estreitas gelosias...
.
.
[Beijo...@]

Bandida disse...

impressões.digitais.

mais.

belíssimo!


bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb

Gayola disse...

Cumprimentos verticais. Estamos aí.

Tchi disse...

Tesouros dados à luz na escuridão.

Aqui a sabedoria e a vida a ler-se.

~pi disse...

vai se abrindo

a luz

( como quem escava

chãos de

rocha,




~

Arabica disse...

Vamos.


Uma revolução.

Ao pequeno almoço.


E depois, lá para a hora do chá, instituimos o poder das palavras.

~pi disse...

a s cama s desfeita s,

dentro da s

cabeça s

(estado s-de-pura-graça :)



beijo




~

Isabel disse...

um verdadeiro prazer passear pelos teus tesouros!


bom dia bom domingo.

beijos para atapetar a sala comum.
:)



.piano.

Constança Gomes Antunes disse...

conta-me.

como tu sabes.

em branco e negro.

beijo

Ana Paula disse...

O progresso do trabalho... :)
Gostei de ver!

Um beijinho

papel químico disse...

ah!

intruso disse...

alÔ?

by phone,
truly by phone.

LBardo disse...

Muito do dia e muito da noite.

Muito do ver e muito do esconder.

Muito do contar e muito do escrever.

E nisto tudo as mãos. Como meninas (sempre) a aprender.

belinha disse...

121º comentário
...nunca aqui tinha estado pois não?Eu acho que tu és um nadinha assustador.Mas se percebeste o ouriço deixas de ser um bocadinho, o suficiente para eu perder o medo...amigo César.

um Ar de disse...

Ler nas nuvens...
... nas folhas de chá...
... ler fora das palavras e dos livros...
.
[Beijo...@]

Frioleiras disse...

e um pouco de encarnado para fazer uma pausa ao negro e ao branco?

Tchi disse...

Este repositório espanta-me surpreendentemente.

Uma escuridão que luz.

Beijinhos.

um Ar de disse...

:)
Fica bem melhor, aqui.
[...]
Beijo...@

audrey disse...

nem um niquinho de cor?......... !!

Arabica disse...

azul especial.


de granito e céu.

audrey disse...

um pouco de vermelho... de abril.

Constança Gomes Antunes disse...

(A)corda que puxa e salva o Acordar para os dias.

ainda acreditas?

O'Sanji disse...

Abril esteve lá. em cores. e amizade.
beijo

Vitória disse...

cordas e musas

podem ser um perigo quando combinadas

LBardo disse...

A melhor musa é a noite

(P)arte sempre e sempre volta.

sombra e luz disse...

um jogo gráfico será!...;) mas também biográfico... parece que a criancinha esfarrapada e com carinha de anjo cresceu... veste agora fato e gravata, vive no estranjeiro e nunca se deu à maçada de votar... bom...;)

por mim, que olho e vejo a lua... só sei que a quero...

gostei deste seu jorro de imagens, quase descompostas, quase desconfortáveis... quanto atrevimento "sister maria"... quando eu fôr grande... quero ser assim corajosa...;)
voltarei por aqui, volte sempre por lá...

Ana Paula disse...

Uma musa sempre encanta :))

Bons trésors!

sombra e luz disse...

das duas, uma!...;)
mas afinal, será enfim a tão almejada coragem ou ainda e sempre o mesmo infantil atrevimento?... Bom, espero que ache graça e não tenha posses nem paciencia para me processar...;) ah... ia-me esquecendo, claro que apago tudo se preferir... saúde!...;)

Luciano disse...

Gostei daqui. Belas e fortes imagens complementadas por palavras versificadas. Muito bom

Carmem Salazar disse...

tudo muito instielegante por aqui. pedacinhos coloridos. palavras e mistério. sim, poemografias.

ps: ... "DIVITE" ?

casa de passe disse...

um 1º de Maio sem violência e tranquilo



NINI

Menina_marota disse...

Sorrio... e a malandreca sou eu...

:-)

Arabica disse...

quanto dói aos dedos parir
os tesouros
da carne e do sangue
adormecidos?


Beijos

itinerário suplementar disse...

vou roubar-te umas fotos do ctrl c, que praticamente não registei esta expo... (o jornal do ant. de sousa foi na mouche! :)

***

beijos precários (hehehehe!)

Bandida disse...

you have a message...


:)))


je t'adore!

Constança Gomes Antunes disse...

Dominios?

LBardo disse...

Ou como pôr o dedo na ferida.

mamoNoColombo disse...

o dedo na ferida, ou, é como quem diz, o caralho no papel higiénico dos WC do Colombo

samartaime disse...

Que raio andaste tu a fazer aos deditos do Alberto Pimenta????!
Tás cada vez mais ruim!

samartaime disse...

Além disso é pecado fazeres-me andar estes comentários todos para assinar o ponto! E tudo na escuridão!
Quem me garante que não há por aí ratazanas? hmmm

história e arte disse...

soror maria da cruz :)) q incunabulo pode garantir a inocência??? :))


ps. do serra gosto muito, e se a partir das obras dele os teus olhos percebem a natureza, excelente!! :))

beijº

rosa disse...

sexo. sexo intelectual.

os teus testes de rorschach.

anatema disse...

donde el observador pone el ojo....!!!!

história e arte disse...

olááá!!

:) s as tuas composições fossem testes de Rorschach ... nah, não digo!!

os trabalhos criativos são livres depois de concluidos, independentes nos olhos \ sentidos d quem os acolhe.
Eu desfruto com o teu blog!! :))

beijº bom fim d semana

Ana Paula disse...

Vou acompanhando...

Bom fim-de-semana, C. :)

O outro lado do espelho disse...

Hoje por aqui adormeço, rodeada de palavras e imagens. Impossível sentir-me só. E se não acordar, não se assustem, parti com os anjos
Bjs

Arabica disse...

Ainda sem som para o tesouro deixado.



deixo um beijo

(sem mosca)

:)

Constança Gomes Antunes disse...

Mulher de César.

Mulheres de Caesar.

Tchi disse...

Gosto desta escuridão entreluz que não ofusca...

Tchi disse...

Se a musa ajuda aligeira a tarefa e reduplica-se a qualidade do engenho.

:)

Beijinhos.

sombra e luz disse...

"mis imágenes son tus imágenes..." literalmente falando!...;) olhe, de repente apareceu-me ali mesmo, a um canto da sacristia deserta, um livro de orações aberto e um homem calmo, culto e casto desvendando os verdadeiros segredos da comunicação com os céus, a acreditar n'Ele com fervor entregando-se a ela por amor...

ainda bem que achou graça!... muita gentileza sua... obrigada, isso deve querer dizer que posso continuar, não é?... como depois você rouba, e ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão, ainda acabamos ambos livres de todos os nossos pecados, mais perto do céu... iluminados na sua redentora inocencia...;)

Bom... volto depois...

itinerário suplementar disse...

é uma joia?

(como vai dar a uma... )


besos

Constança Gomes Antunes disse...

Patamares indiscretos.

Tesouros para os vizinhos.

Miolo de mão.Acesso.Abre.Parágrafos que se dobram entre tintas sussurradas.

edmundo cardoso gil disse...

tarefas a gosto são poemas desfiados.



Abraço

intruso disse...

O OLHO DA PORTA

discreto.

:)

(...restam normalmente as tarefas)


abreijos

p.s.
dente diz o verificador

isabel mendes ferreira disse...

roubei o ponto.

para pontos futuros.




abraço.


(triplo)

edmundo cardoso gil disse...

segui o > da tarefa.

patamar até mar de letras e cabelos perdidos em olhos fechados.

juntar tudo faz um poema[?]



abraço do ecg

Ana Paula disse...

...visões via óculo da porta que altera perspectivas; peras suculentas; portas de elevadores antigos... o que retive agora, neste conjunto sempre deveras interessante!

Um beijinho, C. :)

triliti star disse...

um abraço grande.

Antónia Samora disse...

São muito importantes os detalhes e pormenores sem importância.

sombra e luz disse...

que linda imagem!...

quer seja indo do branco ao negro, como voltando da escuridão à claridade, é o mesmo quase sussuro que se solta e sopra um nome... acendendo-o à medida que o chama nos cinzas mais ou menos claros e/ou escuros da nossa tanta imaginação...

linda mesmo...;)
e muito sugestiva,
olha que, às páginas tantas...

saúde...

:)

itirerário suplementar disse...

(letra de médico, pá!)

saber ou sabor? ou mix? :)

is disse...

hmmmm
acho que escrevi mal o meu próprio nome, rssss...

Arabica disse...

...a inquietude do corpo
nas marcas de pano,
a inquietude do ódio
nas marcas dos rostos?

Um dia
o silêncio
entrou adentro da musa?


Sem som, mas ofereço o meu.
Favor clicar em jazza-me muito :)

E deixo beijos.

Arabica disse...

Se é, teremos que o partilhar (o gajo), porque tb não abdico dele.

E também é uma das "My Favorite Things" :)

Clicando em "jazza-me muito", gadget acima do "meu perfil", não tens som? Esta é uma das que passa assiduamente...

Bom dia.

Constança Gomes Antunes disse...

Restos de tempo, sobras de palavras, últimas escolhas, batalhas sem luta. Essa começa por dentro, no destapar do corpo.






um beijo

(Cunningham? lembraram-me os lençóis de cama entornada)

Frioleiras disse...

e já estamos no roxo
belo
dos jacarandás...

e tu..
(teimas)
o preto e cinza.............

rosa disse...

lençois cor de papel.

tenho sono.

isabel disse...

grrr...
em terras mouras no fim de semana

:(


beijos e abraços aos poetas!

Antónia Samora disse...

Tanto pormenor.
Tanta noite detalhada.
Às talhadas.

E o teu cão é pardo como os gatos.

audrey disse...

engraçado q os blogs que segues sejam os teus próprios ...

(para lembrares as

camas
da

tracey emin...............???
:)

bjº

Tchi disse...

As palavras "caiadas" também à noite...

casa de passe disse...

nas tuas insónias não costumas beber um abssintozinho?

Olha que é bom!

(eu e a Loulou costumamos beberricá-lo nas longas noites de Inverno).


Abraços

NINI

Ana Paula disse...

Olá, C. :)

Espero que esteja bem, que as Autobiografias Mútuas continuem estimulantes...

E gostei das novas imagens!

Um beijo amigo da Ana Paula

belinha disse...

gatos e ratos em (alta) mira?!

belinha disse...

gatos e ratos em (alta) mira?

isto deu erro!estou a escrever de novo.

Constança Gomes Antunes disse...

... do corpo vincado pela noite?








beijo

Anónimo disse...

Ella se marchó del río,
la bata desabrochada,
los botones se han perdido.
Ella se entregó de noche,
ella tenía marido.
No quisiste enamorarte,
ella de ti sí lo hizo.
Ni la arena ni los besos
manchan el amor sentido,
porque la mujer que ama,
se da entera, sin prejuicio.
Y tú fiel, a tus principios,
te portaste como eres,
como chulo señorito,
le contaste a tus amigos
que se fue contigo al río
aunque estaba ya casada,
aunque tenía marido.
Y si cien años viviera
iría a lavar al río
para ver si te acercabas
y arrugabas su vestido.

Mi homenaje a "La casada infiel"
de Federico García Lorca

Mi homenaje.

Marina disse...

Um beijo

intruso disse...

entre o rupestre e o digital.


(melhor, cada vez mais, sempre)


!


abreijos

Bandida disse...

calculo que tenha sido um gato cheio. tive pena de não poder estar. conta-me.


saudades e beijos

um Ar de disse...

:)
Nem sei se é como dizes: "vontade de não dizer"...
.
Também, não são segredos, são repetições!
.
Deste lado, nem sempre está bom tempo [apesar de raros acasos de tardes azúis].
.
É mais falta de vontade de dizer... de articular as palavras...
.
Gostava de ter o ar decidido de quem sobe essas escadas. Parece saber o que quer encontrar.
.
As minhas chegadas parecem-se muito com as partidas...
.
[Beijo...@]

Gasolina disse...

No alto da escadaria esperam-se estórias.

Aguardo-te sentada nos degraus.

Fala-me de mistérios/gato, de grafitti/autobiographie, de Camilo/Ela, das horas/branco-negro.

Ao alto da escadaria era uma vez, tu (re)conheces.


beijo

~pi disse...

lá dentro,

como rebolar-se

pela vida

) ? como ar ti cu lar

como abrir gestos

- com martelos ?

sombras

) acres avessos da memória

como fechar gestos

en tornados,





~

edmundo cardoso gil disse...

A doce subida no sonho das histórias.

Imaginário em ambiente controlado?

Sempre magnifico.




Abraço
ecg

belinha disse...

Fotogémea?

audrey disse...

grafittis é que não,
por favor !!!

tu sabes qunto eu odeio grafittis...

por favor!

(bjº

Nimbo disse...

Sinto-me a saír da penumbra de umas escadas e prestes a penetrar numa casa.

Muito semelhante às janelas que observo.


Gosto dos dois extremos, sem distracções de outra cor.

um Ar de disse...

O que se vislumbra, através de uma fresta de luz!...
.
[Beijo...@]

Nimbo disse...

Portas?


Ou tapumes?

Privadissimo, é preciso.

Sorte que não é uma janela em frente aos meus olhos...


Abraço

Catita a tua visita! :)

um Ar de disse...

tríptico de silêncio
.
dedo nos lábios
a impedir
a palavra
parada,
perante nós
redondos
de troncos
de árvores
[mortas]
.
morre[-me/te]
o desejo.
...
[Beijo... como uma brisa
silenciosa
cálida...@]

Gasolina disse...

Dedo nos lábios.


E a eloquência do silêncio a fluír assertivo.



beijo

Arabica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
«O mais antigo ‹Mais antiga   1 – 200 de 289   Mais recente› Mais recente»